• Contigo

    em 02/out/2013 em Poesia por Dennys Távora | 4 comentários »
    Contigo

    CONTIGO        O que sinto com tanta intensidade Nem o tempo será capaz de apagar, Reforçou o laço da nossa amizade, Fez o meu carinho por ti aumentar. Estar longe não era minha vontade, Mas no amor não vou desacreditar, Sempre com inabalável fidelidade Continuarei ao teu lado a te apoiar. Quero te ver bem e feliz de verdade, Conseguindo o teu sonho realizar, Sei que ao perceber a tua felicidade A minha também poderei... Ler mais

  • O mais belo olhar

    em 29/ago/2013 em Crônicas por Dennys Távora | 4 comentários »
    O mais belo olhar

      por Dennys Távora   Ela é adoravelmente vesga. Quando a conheci, acreditava ter sido atraído pelo brilho dos seus belos olhos verdes, mas não! Apaixonei-me pela sua vesguice. Demorei um pouco para me dar conta disso, pois ela sabia disfarçá-la com arte. Não deixava de me olhar nos olhos, mas não o fazia de forma estática, direta e intimidadora, que ao perdurar pode incomodar ou provocar um pouco de tédio. Não! O seu rosto... Ler mais

  • O teu cabelo

    em 29/jul/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    O teu cabelo

    O TEU CABELO       Longo, liso, como sedosa moldura, As tuas curvas está a acompanhar, Valoriza a tua sinuosa escultura, Compondo um conjunto singular. De forma natural se faz a sedução Ao dar em mim o desejo de o tocar, Quero tê-lo entre os dedos da mão, Para de um jeito suave o acariciar. Do alto até embaixo o carinho faço, Sinto um perfume bem sutil exalar, Envolve-me como em um abraço, Leva-me ao delírio e me faz... Ler mais

  • Os nossos elos

    em 06/jun/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    Os nossos elos

    OS NOSSOS ELOS          O teu encanto aparece e me invade, Muda a minha vida e o meu olhar, Natural é te dar a minha fidelidade, No que precisares de mim te ajudar. Para suportar a inevitável saudade, Tento mais junto de ti me encontrar, Não desistir ao ver uma tempestade E me apresentar pronto a te apoiar. A união supera qualquer dificuldade, Uma corrente, então, vamos formar, Nossos elos feitos de amor e amizade, O tempo e a... Ler mais

  • O amor se fez razão

    em 22/maio/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    O amor se fez razão

    O AMOR SE FEZ RAZÃO        Um sentimento bem profundo Aprimorou a minha percepção, Veio e mudou o meu mundo, Tomou conta do meu coração. Do que sinto não me confundo, Sei de onde vem esta sensação, Lá do fundo da alma é oriundo, Onde nasce a minha inspiração. Já não passa mais um segundo Sem que cresça esta emoção, Este amor tão grande e fecundo É da minha existência a razão.   Dennys Távora   Related... Ler mais

  • A força da fé

    em 31/mar/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    A força da fé

    A FORÇA DA FÉ        A imensa dor que persiste E insiste em te incomodar, Ao amor e à fé não resiste, Por isso, haverá de acabar. Não necessitas ficar triste, Nunca deixes de acreditar, Nosso Deus Pai te assiste E jamais irá te abandonar. Se no peito a crença existe, Acha-se força para lutar, Apenas para quem desiste A alegria não há de chegar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

  • Datas vencidas

    em 28/fev/2013 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
    Datas vencidas

      por Dennys Távora   Geladeira lotada. Guardei pouco mais da metade das compras do supermercado e não há lugar para mais nada. Começo a vasculhar as prateleiras para encontrar o que delas posso retirar para abrir espaço ao que acabou de chegar. Atrás de tudo, sempre bem lá no fundo, encontro potes com pequenos restos de feijão, berinjela, quiabo e vagem, que não quis jogar fora, mas nem sei há quanto tempo estão lá. Há... Ler mais

  • Manhã de sol

    em 23/jan/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    Manhã de sol

    MANHÃ DE SOL        Quando o sol encontro ao amanhecer, Pelo lindo dia eu agradeço o Criador, Bem mais alegre se torna o meu viver, A esperança se renova no meu interior. Um sentimento começa a me envolver Ao reencontrar a tua beleza numa flor, O meu coração rápido começa a bater, Como se eu pudesse sentir o teu calor. Já não é possível de ti eu me esquecer, Tudo que é belo me revela o teu valor, A luz solar que faz o... Ler mais

  • Mais um ano

    em 02/jan/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    Mais um ano

    MAIS UM ANO        O ano passou para não mais voltar, Mas te acresceu mais do que idade, Deu um brilho mágico ao teu olhar, Expressão de ternura e sinceridade. Se o teu sorriso veio me encantar, O teu amor o meu coração invade, Indiferente nunca conseguiria ficar Quando ousamos além da amizade. Existem tantas belezas a desfrutar, Desde que amar seja a tua vontade, É só respirares o amor que há no ar E deixares te envolver a... Ler mais

  • Ano Novo e Esperança

    em 31/dez/2012 em Blog por Dennys Távora | Sem comentários »
    Ano Novo e Esperança

    ANO NOVO E ESPERANÇA   Mais um ano chega ao fim. Vem um gosto estranho de alívio pelo que já foi superado, de saudade do que não volta mais e de ansiedade pelo que ainda está por vir. É inevitável contabilizar os erros, os acertos, as decepções, as alegrias e as realizações, pois a vida é sempre cheia de altos e baixos, sem os quais não podemos crescer nem nos aprimorar, e repleta de emoções, que valorizam cada momento... Ler mais

Desejo celestial

em 11/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Desejo celestial DESEJO CELESTIAL        És uma estrela de tão grande beleza, Vejo-te distante, bem alto, a brilhar, Ah! Se com asas ganhasse leveza, Alcançaria os céus para te encontrar. Mas dos pássaros me falta a destreza, Tem me restado de longe te admirar, Mesmo assim nunca perco a certeza De que juntos podemos tudo superar. Por enquanto, fico aqui sem tristeza, No meu coração só alegria tem lugar, Desde que a minha mais bela riqueza Passou a ser o amor que quero te dar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

A entrega ao amor

em 08/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | 2 comentários »
A entrega ao amor A ENTREGA AO AMOR        Bastou um dia eu me ver sujeito Aos encantos do teu terno olhar Para que jamais encontrasse jeito Do teu amor nunca mais desejar. Poderia até silenciar por respeito, Do que sinto em mim não te falar, Porém o que levo dentro do peito É um grande desperdício sufocar. Um bom sentimento só é perfeito Ao se entregar sem nada esperar, Por isso cada momento aproveito Para me doar ao prazer de te amar.   Dennys Távora Related... Ler mais

O amor esperança

em 04/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | 8 comentários »
O amor esperança O AMOR ESPERANÇA         Tenho amado quieto e calado, Tranquilo, busco o meu lugar, Revisando o recente passado, Descubro nada ter a lamentar. A vontade de estar ao teu lado É algo que não consigo evitar, Saudoso sempre tenho estado, Jamais deixaste o meu pensar. O sentimento intenso desatado Continua a crescer sem parar, Permaneço a sonhar acordado, Na esperança do amor triunfar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Sob a luz do amor

em 27/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | 6 comentários »
Sob a luz do amor SOB A LUZ DO AMOR       Fascina-me a tua luz, Suave e doce magia, É ouro que reluz, Pura alquimia, Acende e me encanta, Ilumina o meu dia, Irradia e me conduz, Dá-me força e energia, Assim me seduz, Esperança recria, O amor abrilhanta E torna real a utopia.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Imortal

em 20/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Imortal IMORTAL        Amor assim não é possível explicar, É irrelevante o que a razão discorre, A ciência será incapaz de me ajudar, Só a emoção atualmente me socorre. Chegou de repente para me dominar Com meios sutis a que sempre recorre, Ocupou completamente o meu pensar, Cresce enquanto o tempo transcorre. Sentimento tão grande não vai acabar, Quem no seu fim crê, em erro incorre, Ele se renova e pode até se transformar, Torna-se sublime, porém, não morre.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Razão ou coração

em 13/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Razão ou coração RAZÃO OU CORAÇÃO        Preciso sempre fazer uma opção, Distinguir qual é a voz a escutar, Aquela da razão ou a do coração? Diferenças não consegui enxergar. Tive receio de errar por omissão, Pois contigo jamais quero falhar, Mas como te amo sem condição, Não quero algo em troca esperar. Nada afeta a minha doce afeição, O que sinto por ti não irá mudar, Teu bem é que me traz satisfação E de qualquer modo vou te amar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Caminhos

em 11/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Caminhos CAMINHOS   Quando o rumo a tomar é incerto, Dúvidas aparecem em todo lugar, Fico perdido como em um deserto Sem estrela ou bússola a me guiar. Se de uma doce ilusão fui desperto, Percebi que nada tenho a lamentar, Muito de mim foi enfim descoberto, Ao me perder, pude me encontrar. O meu futuro ainda parece incerto, Abrem-se novos caminhos a trilhar, Permanecerei aos desafios aberto, Mantendo aceso o prazer de sonhar. E de ti vou estar sempre por perto, No meu coração terás o teu lugar, Assim não aprisiono, e sim liberto, Todo o amor que tenho para te dar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Fluir do amor

em 04/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | 2 comentários »
Fluir do amor FLUIR DO AMOR        Um rio surge em uma nascente E terras e vales pode atravessar, Recebe as águas de um afluente, Segue o curso e encontra o mar. Plantaste do amor uma semente, Em mim ela logo foi germinar, Como o rio a caminhar paciente, Aguardo a hora de te encontrar. És uma mulher muito diferente, Indiferente eu não poderia ficar, Prossigo em busca de ti somente Tal qual o rio que procura o mar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Eco da paixão

em 31/mar/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Eco da paixão ECO DA PAIXÃO        O meu pensamento voa Levado pelo vento, Sem saber se ecoa Este meu sentimento. Por favor, perdoes O meu novo atrevimento, Caso o enlaçamento Jamais consiga se dar. Mas me permita entoar Este canto acalento, Sincero depoimento Do quanto posso te amar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

O gosto de uma entrega

em 27/mar/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
O gosto de uma entrega O GOSTO DE UMA ENTREGA       Do que sinto por ti gosto de falar Sempre de um modo bem efusivo, Não precisas do que digo duvidar, Meu modo de ser não é impulsivo. Tenho certeza de não me enganar, Há razão até em alguém emotivo, O meu coração desejei te entregar Por ver que ao teu lado feliz vivo. Mesmo sem desejares me subjugar, De boa vontade me fiz de ti cativo, É o que me faz hoje querer te dar O meu amor com sabor definitivo.   Dennys Távora   Related... Ler mais