Caminhos

em 11/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »

CAMINHOS

 

Quando o rumo a tomar é incerto,
Dúvidas aparecem em todo lugar,
Fico perdido como em um deserto
Sem estrela ou bússola a me guiar.

Se de uma doce ilusão fui desperto,
Percebi que nada tenho a lamentar,
Muito de mim foi enfim descoberto,
Ao me perder, pude me encontrar.

O meu futuro ainda parece incerto,
Abrem-se novos caminhos a trilhar,
Permanecerei aos desafios aberto,
Mantendo aceso o prazer de sonhar.

E de ti vou estar sempre por perto,
No meu coração terás o teu lugar,
Assim não aprisiono, e sim liberto,
Todo o amor que tenho para te dar.

 

Dennys Távora

 

Deixe um comentário