O amor esperança

em 04/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | 8 comentários »

O AMOR ESPERANÇA      

 

Tenho amado quieto e calado,
Tranquilo, busco o meu lugar,
Revisando o recente passado,
Descubro nada ter a lamentar.

A vontade de estar ao teu lado
É algo que não consigo evitar,
Saudoso sempre tenho estado,
Jamais deixaste o meu pensar.

O sentimento intenso desatado
Continua a crescer sem parar,
Permaneço a sonhar acordado,
Na esperança do amor triunfar.

 

Dennys Távora

 

8 comentários para "O amor esperança"

  1. suzan katia fernandes disse:

    Quão lindas são suas palavras. Fico aqui pensando quantas são suas musas inspiradoras rs…ou se é só uma que te inspira rs..bjokas irmãozinho

    • Dennys Távora disse:

      Que bom você ter gostado do poema, Suzan! Fico contente quando as minhas palavras tocam e agradam alguém. É algo que sempre motiva a quem gosta de escrever. Vindo o comentário de você, minha irmãzinha do coração, é ainda mais valioso. Quanto à minha musa inspiradora, posso satisfazer a sua curiosidade sem problema. Tenho apenas uma musa, que me fez descobrir há seis anos a minha veia poética. Ainda hoje ela me inspira. Um beijo.

  2. Michelli Aretuza disse:

    QUE LINDO DO SEU POEMA.PARABENS!

  3. Herbene Medeiros disse:

    Parabén!! Palavras simples de uma sinceridade profunda. Adorei

    • Dennys Távora disse:

      Obrigado, Herbene! Considero que um poema deve nascer no fundo da alma do poeta, razão pela qual a sinceridade lhe é imprescindível. Fico feliz que tenha apreciado o poema. É muito gratificante descobrir que os meus singelos versos tocaram alguém. Um abraço.

  4. Anajulia disse:

    Lindo poema…mas a idéia de sofrer calado…Ahhh. .Isso me entristece. Rsrsrs
    O amor ou qq tipo de sentimento..pode ser uma admiração inicial, devem ser expressado s
    Tomara que o Amor seja vivenciado com intensidade, verdade e principalmente reciprocidade.
    Parabéns sempre pela sensibilidade! !. .Ju Almeida

    • Dennys Távora disse:

      Não pense no amor como um sofrimento. Amar é sempre uma dádiva para quem ama e para quem tem o privilégio de ser amado. Também o é até para quem não tem a sorte de ser correspondido, pois o amor verdadeiro é pura generosidade. É querer o bem do outro sem pensar em si próprio e sem pedir o mesmo em troca. É feliz quem ama pela só capacidade de amar. O que entristece é o medo de amar pelo risco de não ser correspondido ou, o que é pior, a incapacidade de se entregar ao amor. ♥ Dennys

Deixe um comentário