• De ônibus na Copa

    em 08/jul/2014 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
    De ônibus na Copa

        por Dennys Távora   Se um jogo do Brasil na Copa do Mundo cai em um dia normal de trabalho, repete-se um ritual bem conhecido dos brasileiros: liberação antecipada do trabalho e do estudo a fim de possibilitar que todos possam voltar as suas casas ou se reunir com os amigos para torcer pelo Brasil. Já se tornou uma tradição! Brasileiro é folgado? De modo algum! Somos um povo muito trabalhador. Apenas amamos a Copa do... Ler mais

  • Como é bom festejar a Copa!

    em 27/jun/2014 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
    Como é bom festejar a Copa!

        por Dennys Távora   Copa de 70, dia da final entre o Brasil e a Itália, dois bicampeões mundiais. Quem vencesse pela terceira vez tomaria posse definitiva da taça Jules Rimet. A expectativa e a confiança da torcida brasileira eram enormes. Apesar do país se encontrar sob uma ditadura militar, o clima era de festa. Até quem se opunha ao regime e receava o uso político de uma vitória do escrete canarinho, àquela... Ler mais

  • É gol de Jairzinho!

    em 09/jun/2014 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
    É gol de Jairzinho!

        por Dennys Távora   Na infância, cada celebração de mais um ano de vida tem tudo para se tornar um momento especial. No meu caso, porém, a timidez me levava a não desejar muito essas celebrações. Um singelo presente já era suficiente para não deixar a data passar em branco. Por tal razão, apesar de carregar inúmeras recordações dos tempos de criança, guardo poucas lembranças dos meus primeiros aniversários.... Ler mais

  • O meu pai me trouxe uma copa do mundo

    em 01/jun/2014 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
    O meu pai me trouxe uma copa do mundo

        por Dennys Távora   – Pai, o senhor me traz uma copa do mundo? – Esta era a pergunta que fazia diversas vezes ao meu pai quando ele saía para trabalhar. Para evitar entendimentos equivocados, esclareço, desde logo, que o meu pai jamais foi um craque da seleção brasileira de futebol. Na verdade, sequer um bom peladeiro ele era. Porém, o que verdadeiramente importa é que ele compreendia perfeitamente as... Ler mais

  • Contigo

    em 02/out/2013 em Poesia por Dennys Távora | 4 comentários »
    Contigo

    CONTIGO        O que sinto com tanta intensidade Nem o tempo será capaz de apagar, Reforçou o laço da nossa amizade, Fez o meu carinho por ti aumentar. Estar longe não era minha vontade, Mas no amor não vou desacreditar, Sempre com inabalável fidelidade Continuarei ao teu lado a te apoiar. Quero te ver bem e feliz de verdade, Conseguindo o teu sonho realizar, Sei que ao perceber a tua felicidade A minha também poderei... Ler mais

  • O mais belo olhar

    em 29/ago/2013 em Crônicas por Dennys Távora | 4 comentários »
    O mais belo olhar

      por Dennys Távora   Ela é adoravelmente vesga. Quando a conheci, acreditava ter sido atraído pelo brilho dos seus belos olhos verdes, mas não! Apaixonei-me pela sua vesguice. Demorei um pouco para me dar conta disso, pois ela sabia disfarçá-la com arte. Não deixava de me olhar nos olhos, mas não o fazia de forma estática, direta e intimidadora, que ao perdurar pode incomodar ou provocar um pouco de tédio. Não! O seu rosto... Ler mais

  • O teu cabelo

    em 29/jul/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    O teu cabelo

    O TEU CABELO       Longo, liso, como sedosa moldura, As tuas curvas está a acompanhar, Valoriza a tua sinuosa escultura, Compondo um conjunto singular. De forma natural se faz a sedução Ao dar em mim o desejo de o tocar, Quero tê-lo entre os dedos da mão, Para de um jeito suave o acariciar. Do alto até embaixo o carinho faço, Sinto um perfume bem sutil exalar, Envolve-me como em um abraço, Leva-me ao delírio e me faz... Ler mais

  • Os nossos elos

    em 06/jun/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    Os nossos elos

    OS NOSSOS ELOS          O teu encanto aparece e me invade, Muda a minha vida e o meu olhar, Natural é te dar a minha fidelidade, No que precisares de mim te ajudar. Para suportar a inevitável saudade, Tento mais junto de ti me encontrar, Não desistir ao ver uma tempestade E me apresentar pronto a te apoiar. A união supera qualquer dificuldade, Uma corrente, então, vamos formar, Nossos elos feitos de amor e amizade, O tempo e a... Ler mais

  • O amor se fez razão

    em 22/mai/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    O amor se fez razão

    O AMOR SE FEZ RAZÃO        Um sentimento bem profundo Aprimorou a minha percepção, Veio e mudou o meu mundo, Tomou conta do meu coração. Do que sinto não me confundo, Sei de onde vem esta sensação, Lá do fundo da alma é oriundo, Onde nasce a minha inspiração. Já não passa mais um segundo Sem que cresça esta emoção, Este amor tão grande e fecundo É da minha existência a razão.   Dennys Távora   Related... Ler mais

  • A força da fé

    em 31/mar/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
    A força da fé

    A FORÇA DA FÉ        A imensa dor que persiste E insiste em te incomodar, Ao amor e à fé não resiste, Por isso, haverá de acabar. Não necessitas ficar triste, Nunca deixes de acreditar, Nosso Deus Pai te assiste E jamais irá te abandonar. Se no peito a crença existe, Acha-se força para lutar, Apenas para quem desiste A alegria não há de chegar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Datas vencidas

em 28/fev/2013 em Crônicas por Dennys Távora | Sem comentários »
Datas vencidas   por Dennys Távora   Geladeira lotada. Guardei pouco mais da metade das compras do supermercado e não há lugar para mais nada. Começo a vasculhar as prateleiras para encontrar o que delas posso retirar para abrir espaço ao que acabou de chegar. Atrás de tudo, sempre bem lá no fundo, encontro potes com pequenos restos de feijão, berinjela, quiabo e vagem, que não quis jogar fora, mas nem sei há quanto tempo estão lá. Há também um litro de leite lacrado, mas com data vencida, embora eu só use leite em pó. Já devia ter me livrado disso tudo há meses. Parece mania de conservar coisas que o tempo tornou inservíveis, como aquele trem elétrico que me recusei a dar ao meu sobrinho há mais de vinte anos atrás, acalentando o sonho de um dia ver um filho meu brincar... Ler mais

Manhã de sol

em 23/jan/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Manhã de sol MANHÃ DE SOL        Quando o sol encontro ao amanhecer, Pelo lindo dia eu agradeço o Criador, Bem mais alegre se torna o meu viver, A esperança se renova no meu interior. Um sentimento começa a me envolver Ao reencontrar a tua beleza numa flor, O meu coração rápido começa a bater, Como se eu pudesse sentir o teu calor. Já não é possível de ti eu me esquecer, Tudo que é belo me revela o teu valor, A luz solar que faz o mundo florescer, Hoje brilhou para eu te dar mais amor.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Mais um ano

em 02/jan/2013 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Mais um ano MAIS UM ANO        O ano passou para não mais voltar, Mas te acresceu mais do que idade, Deu um brilho mágico ao teu olhar, Expressão de ternura e sinceridade. Se o teu sorriso veio me encantar, O teu amor o meu coração invade, Indiferente nunca conseguiria ficar Quando ousamos além da amizade. Existem tantas belezas a desfrutar, Desde que amar seja a tua vontade, É só respirares o amor que há no ar E deixares te envolver a felicidade.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Ano Novo e Esperança

em 31/dez/2012 em Blog por Dennys Távora | Sem comentários »
Ano Novo e Esperança ANO NOVO E ESPERANÇA   Mais um ano chega ao fim. Vem um gosto estranho de alívio pelo que já foi superado, de saudade do que não volta mais e de ansiedade pelo que ainda está por vir. É inevitável contabilizar os erros, os acertos, as decepções, as alegrias e as realizações, pois a vida é sempre cheia de altos e baixos, sem os quais não podemos crescer nem nos aprimorar, e repleta de emoções, que valorizam cada momento vivido. Porém, o sentimento que nos domina neste momento é certamente a esperança. Vamos nos preparar, então, para viver o próximo ano com a intensidade que cada momento merece ser vivido, amando mais, abraçando mais, sendo mais solidários, sorrindo e rindo muito, fazendo novas amizades, respeitando diferenças, superando obstáculos e... Ler mais

É Natal! Faça-se luz e brilhe!

em 23/dez/2012 em Blog por Dennys Távora | Sem comentários »
É Natal! Faça-se luz e brilhe! É NATAL! FAÇA-SE LUZ E BRILHE!   Natal! Luz! Alegria! Há magia no ar! Respire-a e deixe-se por ela contaminar. Sinta-a penetrar seus poros, percorrer suas veias, dominar por inteiro o seu corpo e se revelar através de um largo sorriso seu. Descobrirá, então, a força e o poder multiplicador de um sorriso, capaz de resplandecer mais intensamente do que todas as luzes que, nesta época, costumam adornar as cidades. Contagie-se com o clima de alegria que encontrar. Perceba o quanto a emoção reinante faz bater mais forte o seu coração. É o momento de se embriagar de carinho e espalhar bondade e generosidade por onde andar, a fim de formar, talvez, uma extensa rede de solidariedade. Afinal, a luz mais valiosa é aquela que brilha ainda mais intensamente em cada um quando os... Ler mais

Sem medo do amor

em 20/dez/2012 em Poesia por Dennys Távora | 4 comentários »
Sem medo do amor SEM MEDO DO AMOR        A saudade sempre forte vem, Quem ama não a pode evitar, Não temo nada nem ninguém, Ainda quero o sonho realizar. Porém, a distância se mantém, Tudo permanece no seu lugar, No meu fiel coração também, Nada parece pretender mudar. E por não darmos passos além, Cheguei a tentar me conformar, Mas evitar o amor não convém, Mais vale deixá-lo me inspirar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Esperança

em 07/dez/2012 em Poesia por Dennys Távora | 4 comentários »
Esperança ESPERANÇA        Tenho amado quieto e calado, Tranquilo, busco o meu lugar, Revisando o recente passado, Muito pouco tenho a lamentar. A vontade de estar ao teu lado É algo que não consigo evitar, Saudoso sempre tenho estado, Jamais deixaste o meu pensar. O sentimento intenso desatado Continua a crescer sem parar, Permaneço a sonhar acordado, Na esperança do amor triunfar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

A hora do amor

em 30/nov/2012 em Poesia por Dennys Távora | 2 comentários »
A hora do amor A HORA DO AMOR        Eu ficarei aqui e aguardarei a hora De um belo dia enfim te encontrar, Reclamo só do tempo que demora, Mas a saudade precisarei suportar. A paciência será a minha senhora, Por ti aguardo o quanto necessitar, Meu coração que te ama não chora, Pois sabe que agora precisa esperar. Logo verei chegar uma nova aurora E se quiseres vais poder me chamar, Será a hora de seguir caminho afora Para viver enfim o sonho de te amar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Nossos laços

em 21/nov/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Nossos laços NOSSOS LAÇOS        De mim já tens um pedaço, O meu coração fui te dar, Entre nós se criou um laço Que ninguém pode desatar. Se um dia sentires cansaço, Quero bem perto de ti estar, Com um carinhoso abraço Sempre poderei te confortar. Não há qualquer embaraço Capaz de poder nos separar, E se aparecer eu o desfaço Para poder sempre te amar.   Dennys Távora   Related... Ler mais

Amor, teimoso amor

em 14/nov/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Amor, teimoso amor AMOR, TEIMOSO AMOR        Herdei dos tempos de criança O hábito de persistir a sonhar, Por isso alimento a esperança, Apesar de nada poder esperar. Enquanto segues tua andança, Em ti jamais deixo de pensar, Embora diminuta a confiança, No amor continuo a acreditar. Palavras ficam na lembrança, Mas não as temo pronunciar, Ao longe não vejo mudança, Mas nunca deixarei de te amar.   Dennys Távora   Related... Ler mais