Posts Tagged 'amor'

A entrega ao amor

em 08/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | 2 comentários »
A entrega ao amor

A ENTREGA AO AMOR        Bastou um dia eu me ver sujeito Aos encantos do teu terno olhar Para que jamais encontrasse jeito Do teu amor nunca mais desejar. Poderia até silenciar por respeito, Do que sinto em mim não te falar, Porém o que levo dentro do peito É um grande desperdício sufocar. Um […]

Ler mais

O amor esperança

em 04/maio/2012 em Poesia por Dennys Távora | 8 comentários »
O amor esperança

O AMOR ESPERANÇA         Tenho amado quieto e calado, Tranquilo, busco o meu lugar, Revisando o recente passado, Descubro nada ter a lamentar. A vontade de estar ao teu lado É algo que não consigo evitar, Saudoso sempre tenho estado, Jamais deixaste o meu pensar. O sentimento intenso desatado Continua a crescer sem parar, Permaneço […]

Ler mais

Sob a luz do amor

em 27/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | 6 comentários »
Sob a luz do amor

SOB A LUZ DO AMOR       Fascina-me a tua luz, Suave e doce magia, É ouro que reluz, Pura alquimia, Acende e me encanta, Ilumina o meu dia, Irradia e me conduz, Dá-me força e energia, Assim me seduz, Esperança recria, O amor abrilhanta E torna real a utopia.   Dennys Távora   Related Tags:

Ler mais

Imortal

em 20/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Imortal

IMORTAL        Amor assim não é possível explicar, É irrelevante o que a razão discorre, A ciência será incapaz de me ajudar, Só a emoção atualmente me socorre. Chegou de repente para me dominar Com meios sutis a que sempre recorre, Ocupou completamente o meu pensar, Cresce enquanto o tempo transcorre. Sentimento tão grande não […]

Ler mais

Caminhos

em 11/abr/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Caminhos

CAMINHOS   Quando o rumo a tomar é incerto, Dúvidas aparecem em todo lugar, Fico perdido como em um deserto Sem estrela ou bússola a me guiar. Se de uma doce ilusão fui desperto, Percebi que nada tenho a lamentar, Muito de mim foi enfim descoberto, Ao me perder, pude me encontrar. O meu futuro […]

Ler mais

O gosto de uma entrega

em 27/mar/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
O gosto de uma entrega

O GOSTO DE UMA ENTREGA       Do que sinto por ti gosto de falar Sempre de um modo bem efusivo, Não precisas do que digo duvidar, Meu modo de ser não é impulsivo. Tenho certeza de não me enganar, Há razão até em alguém emotivo, O meu coração desejei te entregar Por ver que ao […]

Ler mais

Encontros e desencontros

em 05/mar/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Encontros e desencontros

ENCONTROS E DESENCONTROS        Eu te conheci de um modo inusitado, De um jeito que jamais iria imaginar, Em pouco tempo me senti encantado, Fascinou-me o teu jeito e o teu olhar. O meu coração ainda bate acelerado, É algo que o tempo nunca vai mudar, Se hoje por amor tenho me dedicado, É que […]

Ler mais

Feito para o amor

em 09/fev/2012 em Poesia por Dennys Távora | 2 comentários »
Feito para o amor

FEITO PARA O AMOR         És uma estrela cadente, Desceste do céu um dia, E tão de repente, Num momento de magia, Ocupaste a minha mente Para me trazer alegria. Ah, meu amor, O meu coração não mente, Todo este calor, Crescendo no meu peito, Faz tudo parecer Tão lindo e perfeito. […]

Ler mais

Propósitos poéticos

em 06/fev/2012 em Poesia por Dennys Távora | Sem comentários »
Propósitos poéticos

PROPÓSITOS POÉTICOS         Diversas palavras já te escrevi, Várias declarações te dediquei, Para falar do meu amor por ti, Até alguns versos arrisquei. Tenhas sempre a certeza Da pureza da minha intenção, Pois tudo o que te escrevo Vem do fundo do coração. Se brinco com o som das palavras, Com o […]

Ler mais

Invasor amor

em 15/dez/2011 em Poesia por Dennys Távora | 4 comentários »
Invasor amor

INVASOR AMOR      Tão surpreendente é o amor, Aparece sempre sem avisar, Muito insinuante e sedutor, Depressa começa a enfeitiçar. É encantador esse tal invasor, Nem pede licença para entrar, Começa a penetrar sem pudor E deseja até a alma arrebatar. Ao dominar, enfim, o interior, Não é mais possível disfarçar, O brilho do olhar […]

Ler mais